Get more exposure for your business with the new HTML5 flipbooks. Learn more

pararaio astral 01

regis


Published on November 30, 2014

Para-raios astral de Mage- SOAD Postado por MageSOAD em 15 de Novembro de 2012 Como pro- metido estarei descrevendo o pro- cedimento de como fazer o Para-raios astral e ta mbém a sua finalidade. Uma breve história de sua origem é india- na e está datada em 3.000 A.C. (Antes de cristo) portanto temos 5.012 anos de sua utilização, seu efeito sobre ambientes é notável, seja familiar, ambiente de trabalho ou lazer. MACROCOSMOS Conhecemos o macrocosmo ou seja a magnitude que encanta nossos olhos com os efeitos da natu- reza aqui chamados de fenômenos naturais que são as tempestades, trovões e relâmpagos. Preci- samos compreender, muito bem este princípio básico, para aplicarmos ao nosso microcosmos ou seja ao que não podemos ver mais que também nos afeta. Assim como as moléculas e átomos colidem en- tre si e este atrito entre eles desprende uma ener- gia causada pelo impacto , podemos observar que com a chegada das chuvas se olharmos para o céu nas nuvens veremos alguns clarões e esses clarões são resultados desses impactos, quando temos uma grande quantidade demasiada ouve-se um clarão depois acompanhado de um trovão ( som, ruído) esta descarga de íons positivos bus- cam entre as brechas de oxigênio até chegar em algum ponto de íons negativos ou seja para-raios em arvores , lagos e até pessoas que possuem am- bas íons positivos e negativos daí a descarga elé- trica de um raio numa pessoa lembrando que este raio é atraído. ok. MICROCOSMOS Dentro de nosso cerebro ocorre a mesma coisa que também vamos chamar de tempestades cerebrais e assim como no exemplo acima podemo ver clarões ocorrendo dentro do cerebro por quebras de particu- las de oxigênio mais a bioquimica presente para que ocorra o processo , e o resultado dessas descargas são a saida do corpo pelas terminações nervosas, ou seja nosso organismo como um todo, mãos ,pés e olhos são potencialmente emissores de saída dessas descar- gas e claro que elas também passam pelo coração. INTERAÇÃO COM O AMBIENTE Vemos no MACROCOSMO que depois de uma descargas alguns objetos tendem a ficar IMAN- TADOS , ou seja IM- PREGNADOS , de par- ticulas magnéticas que grudam e ali permane- ce.Agora vamos ao mi- crocosmo quais são as manifestações do uso desta descargar de ener- gia ( lembram-se quando comentei sobre clarões e trovões?) pois então a alta concentração ocorre com descargas EMOCIO- NAIS e SENTIMENTAIS no ambiente e entorno. Neste momento temos todas as infinitas e possiveis formas de desprendimento pelo corpo e mente, citarei apenas alguns pois é muito vasto a lista. Manifestações dessas cargas são, Clima pesado den- tro do ambiente ou depressivo ou sufocante, também tem origens a FORMAS PENSAMENTOS este me- rece uma blogagem a parte, mas são criações molda- da pelo emissor com a finalidade de lhe prejudicar de alguma maneira atraindo brigas, desarmonias, intri- gas,mal entendidos e em formas mais avançadas tem pequena consciencia ou seja tornam-se o que chama- mos de miasmas ou seres e espiritos pré programados e alimentados pelo consciente humano dando origem ao folclore e cultos bem conhecidos de espiritos ob-